Horário: Seg a Sex - 07 às 17h

Blog

O turismo em Votuporanga

Com uma população de aproximadamente 95 mil habitantes, a cidade é referência regional para cerca de
dezenas de municípios e milhares de pessoas, dispondo de uma ampla rede de comércio e serviços, além de fortes indicadores econômicos, altos índices de qualidade de vida e uma intensa cena cultural e gastronômica.

Cidade que comemorou muito o título de MIT – Município de Interesse Turístico, do Governo do Estado, foi Votuporanga. De clima quente, mas que também é conhecida por suas brisas suaves, é destaque em diversas áreas, e agora, mais recentemente, por seu talento em atrair visitantes. Negócios, eventos e cultura são os motivos que atraem mais de 10 mil pessoas por mês a Votuporanga.

A 80 km de São José do Rio Preto, a cidade dispõe de rede hoteleira diversificada e um expressivo roteiro gastronômico, que atende aos mais exigentes. Um exemplo que chama a atenção de quem passa, por exemplo, é a remodelação da Rua Amazonas, a principal do centro comercial.

Destaque para os equipamentos culturais e turísticos, como a Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”, que conta com uma estrutura preparada e adaptada para receber milhares de pessoas em espetáculos de diversos segmentos.

O Centro de Convenções “Jornalista Nelson Camargo” é um espaço dedicado a apresentações e eventos culturais, turísticos e empresariais. Dotado de toda infraestrutura para sediar grandes eventos, ele possui acessibilidade nos dois andares, é todo climatizado e conta com um auditório com capacidade para 373 pessoas e pinacoteca.

No Parque da Cultura “Profª Adoração Esteves Garcia Hernandez” está localizada uma obra ousada e pioneira no interior do Estado, o Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali”.

Já que estamos falando de uma cidade empreendedora, destaque por realizar um dos principais Festivais Literários do Estado, o Fliv; é também a cidade de um dos maiores carnavais do Brasil, o OBA! Festival. E não é  só isso, Votuporanga é referência na educação, na saúde, nos negócios que gera e atrai.

Com mais de 105 mil m², o Parque da Cultura é um espaço democrático, tanto para a prática de esportes, quanto para a cultura da população, com a realização de vários eventos durante o ano todo.

O Parque da Cultura é composto pelo Centro de Informações Culturais e Turísticas e pelo Centro de Lazer do Trabalhador “Oscar Bottura”, que possui ciclovia, pista de caminhada, quadras de vôlei de areia, campos de futebol de areia, playground, aparelhos para ginástica, anfiteatro aberto, sanitários e vestiários.

Há, também, a fonte luminosa, nos dois lagos e ainda iluminação, paisagismo e arborização composta por centenas de espécies diferentes, além de decks de madeira e mirante com visão para todo o Parque.

Situado no terceiro piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas, o Museu Municipal “Edward Coruripe Costa” ganhou um novo layout expográfico, com iluminação específica, valorizando ainda mais a apresentação do acervo fotográfico e dos objetos que pertenceram às famílias da cidade. O espaço conta com reserva técnica, onde o visitante pode pesquisar material histórico, com toda comodidade.

A Biblioteca “Castro Alves” também está com acervo novo e atualizado, composto por livros, jogos e DVDs. Destaque para as obras em braile, livro falado e audiolivros. Os títulos literários estão à disposição da população para empréstimo. Para se tornar usuário, é necessário levar documento com foto para efetuar cadastro. Todo o acervo está disponível para consulta no site da Prefeitura, onde o leitor poderá pesquisar, reservar e sugerir aquisição de novas obras. Seguindo o conceito de biblioteca viva de grandes centros, como a Biblioteca de São Paulo (BSP) e a do Parque VillaLobos (BVL), a Biblioteca “Castro Alves” (BCA) difunde o caráter inovador no que diz respeito à estrutura, acervo, localização, acessibilidade e oportunidades de inclusão social.

Desde 2011, o Festival Literário de Votuporanga – Fliv é um evento multicultural que reúne diversas atividades ligadas à literatura. O acesso é gratuito. A missão é promover o hábito à leitura, incentivando a população, desde a infância, com iniciativas que democratizem o acesso aos livros e à cultura. O festival tem em sua programação nomes da literatura nacional, shows, oficinas, mesas de debate, capacitação para professores, encontro com autores, sessões de contação de histórias, comercialização de livros para as crianças, além de espetáculos de teatro, dança e música.

Conhecido e reconhecido como um dos melhores carnavais do Brasil, o Oba! Festival acontece durante quatro dias com mais de 40 horas de música, atraindo foliões de todo o país e até do exterior. Uma mistura de estilos musicais que se consolida no cenário do entretenimento no Brasil.

Se estiver em Votuporanga, não deixe de participar

Janeiro:

Encontro Interestadual de
Companhias de Santos Reis de Votuporanga

Fevereiro:

Concha Folia
Oba! Festival

Março:

Mostra de Dança
Encenação da Via Sacra/Paixão de Cristo
Abertura da temporada de
Concertos da Orquestra Sinfônica
da Escola Municipal de Artes

Abril: Literatura & Cinema

Maio:

Corrida Pedestre “Viva o Trabalhador”
Corpus Christi

Junho: Mostra de Teatro Deco D´Antônio

Julho:

Cavalgada Ecológica
Congresso da Educação
Festival Automobilístico de Arrancadas

Agosto:

Desfile Cívico
Concerto de Aniversário da Cidade pela Orquestra Sinfô-
nica da Escola Municipal de Artes
Minimaratona Oito de Agosto
Votugospel
FISAV Rodeo Fest
Bon Odori

Setembro:

AVA Fest (Associação Votuporanguense de Aeromodelismo)
Rock on the street
Fliv – Festival Literário de Votuporanga

Outubro: Exposição de Orquídeas

Novembro:

Semana da Música
Semana da Consciência Negra

Dezembro:

Apresentação do Ballet Municipal
Festividades na Concha

Turismo e mais informações sobre Votuporanga você encontra em http://www.votuporanga.sp.gov.br/n/home/

O turismo em Riolândia

Turismo de Ufologia: Há dez anos pousaram em Riolândia naves não identificadas deixando vários círculos em um canavial. Recentemente, após anos de pesquisa, foi comprovado pelo Instituto de Astronomia e Pesquisa Espacial do Brasil (Inape), que o caso de Riolândia trata-se de um fenômeno extraterrestre. O Inape concluiu em 2014 o Dossiê Riolândia, atestando que a cidade recebeu a visita de extrasterrestres no dia 20 de janeiro de 2008, quando OVNI´s sobrevoaram a cidade, pousando em um canavial próximo. Uma das provas foi a presença de círculos de plantas amassadas em um canavial com cerca de dois metros de altura. Uma das marcas no canavial tinha 60 metros de diâmetro. Segundo a pesquisa, que não consta em publicações científicas, moradores e turistas disseram ter visto objetos voadores redondos que emitiam fachos de luz forte. O fenômeno teria se repetido durante dois meses.

Festa do Peão de Boiadeiro: 

A festa de Peão de Riolândia é a terceira mais antiga do Estado de São Paulo. Neste ano, comemora 52 anos de existência. Durante seus quatro dias de realização, atrai um público de 5.000 pessoas.

Com uma programação diversificada atrai também até quem não se interessa por montaria. Com vários shows do sertanejo a música eletrônica, a tradição cultural é lembrada nos concursos de Rainha, na comida típica tropeira e na moda de viola.

Juninão:

Esta festa de cunho religioso e cultural atrai turistas de vários lugares pela tradição e comprometimento com o resgate da cultura caipira do interior do estado. Ali pessoas sentem momentos que as remetem ao passado através da visitação à Casa Caipira, das apresentações culturais, das brincadeiras típicas. Da infraestrutura, decoração e aos shows tudo é pensado para receber esse público ansioso para reviver momentos únicos.

Aniversário da cidade:

Comemora-se no dia 26 de março. Esse evento tem a duração de três dias, com shows de artistas renomados. Atrai público de todo o estado. Agregado a ele está o campeonato de pesca, campeonato de jet ski e jogo de futebol com 00jogadores veteranos de times famosos.

Turismo Religioso:

No dia 05 de dezembro de 1938, aconteceu a morte trágica de um jovem peão de boiadeiro chamado Vicente R. da Silva, o Vicentinho, com 19 anos. Quando se preparava para ir ao povoado, o jovem foi abordado por um homem e acusado do roubo de 100 (cem contos de réis), mesmo se dizendo inocente, foi espancado, amarrado pelos pés e arrastado por um cavalo até a morte pela estrada. Como era conhecido e muito querido na região, causou uma grande comoção por toda a população. Vicentinho foi sepultado no cemitério local e seu túmulo recebe visita todos os dias até os dias de hoje por pessoas que vêm rezar pela sua alma e por muitas outras que dizem ter alcançado alguma graça e milagre. Os jovens têm a tradição de rezar em seu túmulo e pedir a proteção escolar e, no final de todo ano, deixam como agradecimento os seus cadernos e livros sobre a sua sepultura. Grande romaria acontece também em Finados. Esse acontecimento já atrai grande quantidades de romeiros.

Se estiver em Riolândia, não deixe de participar

Janeiro: Show na Praça Matriz

Fevereiro: Carnaval

Março: Aniversário da Cidade

Junho: Juninão

Julho: Festa do Peão de Boiadeiro

Setembro:

Festa Nordestina
Dia do Evangélico

Outubro: Dia das Crianças

Novembro: Enduro de Regularidade a pé da Consciência Negra

Dezembro: Festividades Natalinas

Conheça mais sobre o turismo e tudo que Riolândia tem para oferecer em: http://riolandia.sp.gov.br/pilot/

O turismo em Populina

O município é cercado de paisagens naturais, como as cachoeiras do Córrego do Arrancado e Córrego do Santa Rita, um dos pontos turísticos mais visitados. A Prainha Municipal, às margens do Rio Grande, é um refúgio para visitantes de toda a região. O turista que visita a Praia Municipal de Populina tem acesso gratuito à estrutura de quiosques às margens de águas cristalinas. A pesca esportiva é um atrativo que também merece destaque. A região dispõe de vasta qualidade de peixes como: tucunaré, piau, pacu, porquinho, mandi, piranha, barbado, pintado, corvina, caranha, entre outros. Na prainha é possível adquirir equipamentos para a prática da pesca esportiva, como locação de barcos, motores, pirangueiros e píer, tudo com segurança e dentro das normas estabelecidas em lei.

A Cachoeira Santa Rita é um lugar de paisagens naturais exuberantes. Nos finais de semana chega a atrair mais de 200 pessoas. Sua queda d’água possui altura superior a 3 metros. A cachoeira é formada pelo Ribeirão Santa Rita, na divisa do município de Populina com Ouroeste. Este importante atrativo natural está catalogado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional), como sendo no passado uma importante oficina lítica das civilizações que ocuparam a margem do rio Grande, conforme relatório de pesquisa que faz parte da reserva técnica do Museu Arqueológico Água Vermelha de Ouroeste/SP.

Já a Cachoeira Arrancado é um local bastante visitado é ideal para quem gosta de ficar em paz ao meio do som da natureza. A queda d’água fica no córrego do Arrancado, no limite do município, a pouco mais de 3km do Rio Grande. A Praia merece destaque à parte. Está localizada a 17 km do município de Populina e é considerada um refúgio para moradores e visitantes de toda a região. Numa área de  três hectares, dispõe de estrutura composta por 8 quiosques, 1 container, sanitários, lanchonete e toda infraestrutura necessária para acolher o turista. Totalmente arborizada, possui um clima agradável para a família curtir seus dias de folga. A prainha presenteia seus visitantes com um belíssimo pôr do sol. Para as crianças, o local disponibiliza uma grande área verde e playground. Há ranchos para locação. Profissionais estão todos os dias dispostos a levar famílias para pescar. A prainha é visitada por cerca de 800 pessoas nos f nais de semana.

O Rio Grande é outro destaque, responsável por atrair diversos turistas amantes da pesca esportiva.
Os
Doces Artesanais produzidos pela moradora Maria Regina Pavão Toledo, residente no Sítio Bom Jesus, estão cada vez mais famosos. Ela chega a vender mais de 200 potes por mês. São diversas opções como mamão, abóbora cabotiã, abóbora moranga e doce de leite com outros sabores. Todos feitos artesanalmente, com aquele gostinho da casa da vovó. 

O Engenho de Pinga existe desde 1993. O Sr. Laudelino Leonel de Oliveira produz cachaça em sua propriedade, um sonho que era de seu falecido pai. Atualmente a produção é voltada ao consumo próprio, com atendimento a pedidos especiais.

A Produção de mel é farta no município. São diversos apicultores que produzem e vendem diretamente ao
consumidor.

O Sítio Sobradinho é uma obra centenária, construída para dançar catira, por isso possui três porões. Foi
construído com aroeira. Atualmente jornalistas e historiadores visitam o local. Também há uma f gueira centenária na propriedade.

O Fest Férias é um evento de caráter esportivo promovido pela Prefeitura de Populina, sob a coordenação do Departamento de Esporte do Município, cujo objetivo é favorecer o desenvolvimento da prática esportiva por meio da competição, além de proporcionar atividades de lazer e recreação à comunidade local propiciando e promovendo saúde, lazer e divertimento.

Se estiver em Populina, não deixe de participar

Fevereiro: Carnaval

Março: Mês da Mulher

Abril: Quermesse Vila Sol

Maio: Festa do peão de boiadeiro de Populina

Junho:

Festividades em comemoração ao aniversário da cidade
Tradicional Festa Junina com distribuição de comidas típicas

Julho: 

FEST FÉRIAS, Jantar Produtores Rurais

Agosto: Quermesse Praça da Matriz

Setembro: Dia do Evangélico

Outubro: Quermesse Praça Nossa Senhora Aparecida

Dezembro:

Festividades Natalinas
Festa de Réveillon

Conheça mais sobre Populina em https://www.populina.sp.gov.br/

O turismo em Pedranópolis

Pedranópolis tem um grande potencial hídrico e grande território rochoso formado por basalto, fato que influenciou na criação do nome da cidade. Pelo seu território, passam o Rio Marinheiro, Ribeirão das Pedras, Córrego do Bonito, Ribeirão do Cervo, Ribeirão Angico e Córrego Forte, favorecendo a formação de corredeiras e cachoeiras ao longo dos cursos d’água. A junção de todos esses rios forma a Praia do Aguão, que deságua no Rio Grande. A fauna e a flora são abundantes, existem matas nativas preservadas ciliares aos rios com espécies como Aroeira, Cedro, Angico, Jatobá, Marmeleiro, Veludo, Palmeira, Macaúba, Bacuri e Espeteiro. Importantes elementos que favorecem a prática de ecoturismo, geoturismo, turismo rural, turismo de contemplação, turismo náutico e esportes radicais como o boiacross, cicloturismo, rafting e trekking na mata. Outra modalidade em desenvolvimento é o trekking da pedra. São circuitos onde o turista caminha pelo curso dos rios de águas cristalinas composto de leito raso e rochoso com 100% de rocha basalto. Apesar de ser uma cidade de pequeno porte, Pedranópolis está a 13 km de Fernandópolis, grande centro comercial com mais de 70 mil habitantes; 31 km de Votuporanga, com 95 mil habitantes. Para lazer e entretenimento há uma praia de água doce construída às margens do Ribeirão Marinheiro pertencente ao Distrito de Santa Isabel do Marinheiro. O local está em fase final de remodelação com recursos do FID – Fundo de Interesses Difusos, etapa que inclui a construção de um Centro de Eventos e Receptivo e um programa de educação ambiental. Será um destino turístico de referência para a região.

A Praia Municipal, após a conclusão da obra, contará com estrutura composta por 8 quiosques, 6 chalés, restaurante/lanchonete, pistas de caminhada, gramado para camping, rampa náutica para embarque
e desembarque de transportes náuticos e arborização. Próximo ao complexo está a área de ranchos em uma
avenida pavimentada oferecendo também a possibilidade 
de locação para temporada. Na área urbana, o município possui uma completa área e lazer de uso público composta por três piscinas, quadra coberta, restaurante, campo de bocha, estádio municipal com arquibancada coberta, academia da saúde e minicampo de futebol society. Para realização de grandes eventos, conta com com estrutura de palco fixo coberto, localizado na praça central da cidade. Nesse palco são realizados shows e atividades culturais como pré-carnaval e o show da virada. Outro importante espaço é o recinto de eventos com capacidade para 6 mil pessoas. No local é realizada todos os anos a tradicional Festa do Peão. Em 2017, recebeu um público de 15 mil pessoas, da cidade e região em três dias de evento.

Outro importante atrativo que está sendo revitalizado é o Bosque dos Eucaliptos. Está localizado
numa área total de 9.830 m². O maior parque do gênero da região com churrasqueiras, playground, quiosques e pistas de caminhada. Todos os anos o local sedia a famosa Cavalgada dos Amigos, com um almoço típico tropeiro, queima do alho, que reúne centenas de cavaleiros. Pedranópolis uniu-se a outros municípios de interesse turístico para formação da mais nova Região Turística do Noroeste Paulista denominada ‘‘Maravilhas do Rio Grande”, que antes era formada apenas pela Região dos Grandes Lagos. Atualmente têm-se trabalhado também no projeto que visa tornar o município num Centro Receptivo, tendo ainda como atração turística, passeios nas pedreiras, cachoeiras, corredeiras dos rios existentes e que estão muito próximos aos dois distritos rurais do município, sendo Santa Izabel do Marinheiro e Dulcelina, que por si só já são importantes atrativos pela sua beleza bucólica.

Esses locais serão diretamente beneficiados pelo turismo. O acesso para os atrativos tem como rota os vilarejos, que funcionam como ponto de apoio, fornecimento de serviços, venda de produtos como doces, queijo, hortaliças, refeições, bebidas e demais utensílios para quem busca tranquilidade e uma alimentação mais saudável.

Se estiver em Pedranópolis, não deixe de participar

Janeiro: Pré-Carnaval

Março: Quermesse

Junho:
Festa Junina
Copa Futebol Amador
Show e Queima de Fogos

Julho:
Quermesse – Distrito de Santa Izabel
Cavalgada
Festa Julina

Agosto:
Quermesse
Festa Do Peão
Cavalgada

Novembro: Feira de Negócio

Dezembro: Show da Virada

Tudo de Pedranópolis você confere em http://www.pedranopolis.sp.gov.br/index

O turismo em Ouroeste

O Turismo de Ouroeste é diversificado e com características únicas, motivos que levaram a cidade, recentemente, a receber o título de Município de Interesse Turístico pelo Governo do Estado de São Paulo. Um estudo recente mapeou diversos atrativos, com características únicas no Brasil. Geoturismo e Ecoturismo: Ouroeste é a última cidade do Estado de São Paulo nesta região, fronteira com Iturama, cidade mineira. O rio Grande é o grande atrativo natural que neste ponto está em sua melhor forma. As formações geológicas do basalto originário de lava vulcânica, a calha do rio, as ilhas que se formam no local, as corredeiras, cachoeiras, o Morro do Arara, os sítios arqueológicos, a pesca, proporcionam um conjunto em potencial para colocar o município como  importante destino turístico. Conhecida como cidade das cachoeiras, em Ouroeste podem ser encontradas três quedas d’água de tamanha beleza. A Cachoeira da Jandaia deságua no reservatório da usina proporcionando um encontro singular com esta maravilha da engenharia. Já a Cachoeira do Veloso possui um complexo de quedas de vários tamanhos criando um cenário natural exclusivo em um raio de aproximadamente
200 km. 

Turismo de pesca: O município fica às margens do farto Rio Grande, o que favorece a pesca nas margens ou 00embarcado. 

Turismo de Estudos, Intercâmbio e Turismo Cultural: Após identificada a existência arqueológica no município, foram catalogados 25 sítios arqueológicos. A pesquisa e a escavação por pesquisadores do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional) e MAE/USP (Museu Arqueológico e Etnológico da Universidade de São Paulo, deu origem ao Museu Água Vermelha, local onde estão guardados e dispostos para visitação os artefatos, pesquisa que documenta a escavação e todo o processo de salvamento das ossadas e material lítico milenar das populações que habitaram as margens do Rio Grande. O município, por meio  do Museu Arqueológico Água Vermelha, mantém parceria com instituições de ensino como USP, universidades regionais, pesquisadores e escolas que levavam seus alunos para se aventurar pela história das civilizações paulistas. 

Turismo de Aventura: O visitante pode se aventurar pelas trilhas na mata que dão acesso aos sítios arqueológicos. Ao passar por formações rochosas poderá entender a geologia e a relação da ocupação do espaço pelas primeiras populações que chegaram a esta parte do Rio Grande. Estudasse a possibilidade da construção de uma tirolesa, estações de arvorismo e prática de esportes radicais como rapel e canoagem. 

Turismo Rural: Pertence ao território municipal o povoado de Arabá, localizado a aproximadamente 18 km de Ouroeste, e com acesso privilegiado à Ponte Ferroviária, ao Pantaninho (área alagada com paisagem semelhante ao Pantanal), ao Rio Grande e às corredeiras do Ribeirão Santa Rita. O caminho até o povoado leva ainda a estradas rurais e fazendas cuja atividade principal é a citricultura. Outro local que apresenta potencial de turismo rural é a Comunidade do Formoso. Lá acontece a maior Festa de Reis da região. São dois dias de festa que atraem um público de 2 mil pessoas. São  oferecidas comidas típicas, apresentações musicais típicas com as Companhias de Reis em uma estrutura para recepcionar os visitantes da cidade e região. 

Museu Arqueológico “Água Vermelha” Localizado no centro da cidade de Ouroeste, é considerado pelo IPHAN instituição museológica única da 8ª Região Administrativa de São José do Rio Preto. É equipado com infraestrutura completa para acondicionamento do acervo arqueológico e recebimento de visitantes e pesquisadores. O museu dispõe de acessibilidade, como rampas e banheiro adaptados, auditório multimídia, reserva técnica e área de expografia climatizada, laboratório de expografia e pesquisa, arquivo, pinacoteca e folheteria bilíngue (português e inglês). O espaço mantém uma programação permanente que contempla visitas monitoradas para escolas, universidades e pesquisadores. Recebe semanalmente visitantes da região, de diversos locais do Brasil e da América Latina.

Se estiver em Ouroeste, não deixe de participar

Janeiro: Folia de Santos Reis na Comunidade do Formoso

Fevereiro: Carnafolia

Março: Motocross

Junho: Arraial de Ouro

Agosto: Festival da Mandioca

Setembro: Festa do Peão de Ouroeste

Dezembro: Festividades de Final de Ano

Você conhece tudo sobre a cidade no link: https://www.ouroeste.sp.gov.br/

O turismo em Mira Estrela

Religioso – Além de suas belezas naturais, a tradição religiosa também encanta aos turistas. Eventos como a Festa do Padroeiro, Encontro de Bandeiras e quermesses reúnem milhares de pessoas. A Matriz de Mira Estrela, com sua cor verde e uma espécie de ferradura em fachada, inovou no modelo arquitetônico à época. As pinturas e azulejos feitos em toda a igreja chamam a atenção de pesquisadores e conhecedores da história da região.

Cultura – Sempre festiva, a cidade tem programação praticamente o ano todo, começando com pré carnaval, carnaval na prainha, Passeio Ciclístico, Cavalgada, Festa do Peão, Festa Julina, Eventos sertanejos, Baile do Hawai, shows em Praça Pública, festa dos pais, mães, crianças, encontro dos idosos.

Trilha Ecológica – A 5 quilômetros do centro de Mira Estrela, na estrada que liga a prainha da cidade, a famosa “Trilha dos Macacos” é atração para um passeio divertido e ecológico pelo noroeste paulista. Os macacos são uma atração à parte. Eles são curiosos, divertidos e estão sempre em busca de comida. E por conta desse jeito gracioso, é quase impossível resistir ao passeio. Ao longo da trilha tem uma casa para receber os visitantes. O guia aproveita a parada para passar algumas informações importantes ao visitante, de acordo com as normas de segurança. O momento também é ótimo para apreciar o silêncio da mata, o canto dos pássaros, a exuberância das copas das árvores, respirar o ar puro.

A Prainha de Mira Estrela fica a 11 km da cidade, percurso totalmente asfaltado e muito bem sinalizado. Conta com 18 casas que podem ser alugadas por visitantes. Algumas casas têm 3 cômodos (2 quartos e 1 banheiro) e outras 4 cômodos (02 quartos, 1 banheiro e 1 cozinha). Todas com pia de cozinha e churrasqueiras individuais.

A prainha é totalmente rodeada por água, formando uma ilha. O local oferece segurança, zeladores e salva vidas, garantindo total tranquilidade para seu final de semana. Para os amantes da pesca, o local também conta com uma área exclusiva para o esporte. Os peixes sempre em alta para pesca são as espécies de tucunaré e corvina. Além das casinhas, há a possibilidade de alugar quiosques, alguns possuem pia de cozinha e até uma churrasqueira. Uma grande área também está disponível para camping. A prainha ainda tem uma lanchonete, onde os amigos podem se reunir e ficar à vontade para desfrutar de momentos de lazer. É um local espaçoso e arejado, ideal para um fi nal de tarde entre amigos. A cidade chama atenção também pela quantidade de condomínios de veraneio, são mais de 30 implantados e outros em fase de implantação. Sempre com temperaturas altas, seus rios favorecem muito a pesca e o lazer.

A Feira Livre do município ocorre regularmente na Praça Central “Cândido Brasil Estrela”, aos sábados e domingos, tem um grande fluxo de visitantes, uma vez que está localizada no corredor de acesso principal da cidade, por onde passam os turistas. Outra modalidade também é a Feira do Produtor Rural que acontece toda quarta-feira, das 17h às 21h, na Praça Cândido Brasil Estrela, de frente a igreja central. Os feirantes comercializam os produtos produzidos em suas propriedades, sendo a maioria hortaliças, legumes, frutas da época, mudas de plantas, temperos e artesanatos. Mais de 60 diferentes produtos frescos e de qualidade, diretamente do produtor rural para os consumidores da cidade, de família para família.

Outro destaque que atrai diversos turistas para o município é a Pesca Esportiva. A região dispõe de vasta qualidade de peixes como: tucunaré, corvina, mandi, barbado, pacu guaçu, pacu caranha, curimba, piapara, piau, entre outros, 04 tudo para o divertimento dos apaixonados por este esporte. Na Prainha, o visitante tem a facilidade de adquirir petrechos para a prática da pesca esportiva, entre locação de barcos, motores, pirangueiros e píer para pesca desembarcado, tudo com segurança e dentro das normas estabelecidas em lei.

Visite também

Estrela Central – Monumento arquitetônico moderno em formato de estrela vazada com estrutura metálica. Está fixada no centro da praça pública fazendo referência ao nome da cidade “Mira Estrela”. Com 21 metros de altura, a peça se destaca na arquitetura local.

Portais – O Município tem em cada entrada um portal construído, porém o principal é o da entrada de Fernandópolis, construído em alvenaria, que tem uma simbologia que representa o turismo local, fazendo referência direta à beleza das águas e fartura de peixes na grande extensão do lago do Rio Grande que banha o município. A presente obra arquitetônica é a primeira peça urbana a receber os turistas dando a ele as “Boas Vindas” e na sua saída agradecendo a visita, convidando-os a “Voltar Sempre”. É hoje também utilizado como cartão postal da cidade, além da sua beleza arquitetônica se destacar pelas dimensões tendo 50 metros de comprimento, por 8 metros de altura, portanto uma grandiosa obra na entrada da cidade.

Conheça tudo sobre a cidade em http://www.miraestrelasp.com.br/

O turismo em Meridiano

Como atrativos turísticos, o município oferece corredeiras, cachoeiras de pequeno porte, trechos
de pesca e ranchos no rio São José dos Dourados e afluentes. O calendário de eventos também agita a
cidade com festas tradicionais como a Folia de Santos Reis, no mês de janeiro; a Cavalgada e Queima do Alho, no mês de março; Festa Junina, no mês de junho; e corridas e passeios ciclísticos, além de frequentadas trilhas de motocross. Meridiano é de pequeno porte, pacato, que cultiva suas raízes históricas e naturais.

Seu principal atrativo é o GOLFO, nome popular das corredeiras do Rio São José dos Dourados que, devido
à situação geográfIca do leito do rio nessa região, uma sequência de corredeiras propicia a prática de esportes radicais. O local também é ponto de encontro de muitos ciclistas que se deslocam de outras cidades com
destino ao atrativo.

O que visitar em Meridiano

Rio São José dos Dourados
Cachoeira do Córrego São Pedro
Estrada Boiadeira do Taboado
Cachoeira do Córrego Santo Antonio do Viradouro
Orquidário
Complexo de pedreiras do Santo Antônio do Viradouro

Se estiver em Meridiano, não deixe de participar

Janeiro: Folia de Reis

Março: Festividades do aniversário da Cidade

Junho: Festa Junina

Setembro: Baile do Hawai

Outubro: Festa do Peão

Novembro: Corrida de Pedestres

Quer conhecer mais sobre a cidade? Acesse http://www.meridiano.sp.gov.br/

 

O turismo em Indiaporã

No Balneário Municipal, o visitante encontra a prainha de Indiaporã, uma opção de lazer disponível todos os dias da semana. Localizada a 13 Km do centro da cidade, com acesso por uma estrada municipal não pavimentada às margens do Rio Grande, possui infraestrutura, com iluminação, duchas, lanchonete, estacionamento para ônibus e carros, área de camping totalmente arborizada, com energia elétrica, banheiros, local adequado para limpeza de peixes. O agendamento para aluguel de chalés, quiosque e aérea de camping é feito na Prefeitura pelo telefone (17) 38421232 de segunda a sexta-feira no horário comercial, pelo e-mail turismo@indiapora.sp.gov.br. Conta com estrutura de 8 quiosques pequenos; 2 quiosques grandes; 7 chalés; 2 sanitários coletivos privados (masculino e feminino).

O Museu Histórico “Adelino Francisco do Nascimento” é um local para exposições temporárias, com temas específicos, a partir da mostra de objetos, documentos, livros e fotos, além do acervo de peças históricas relacionadas à primeira metade do século passado. O Museu é um ponto de referência para difusão da cultura e tem como objetivo a oferta de atividades diversificadas relacionadas à história, às artes e a valorização e preservação do patrimônio histórico do município. Tendo como idealizador o historiador Adelino Francisco do Nascimento, o Museu recebe visitantes de cidades vizinhas, alunos do ensino fundamental e médio. Atualmente está fechado para
manutenção. No mesmo espaço está a
Casa do Sertanejo “Jamila  Portilho do Nascimento”, uma importante memória não só do município mas para todos que valorizam e se identificam com a cultura do homem sertanejo. Nesse local, o visitante tem acesso a uma réplica perfeita da casa do homem do campo, com fogão a lenha, forno, monjolo, pilão, móveis rústicos e acessórios da época em que a casa era utilizada como moradia. Recebe visita de faculdades com seus alunos do curso de arquitetura, além das visitas da comunidade e região. O agendamento para visitação é realizado na Prefeitura de segunda a sexta-feira, no horário comercial. Atualmente a Casa do Sertanejo está fechada para manutenção.

O Park Hotel Fazenda oferece ao visitante estrutura de hospedagem composta por 12 suítes, restaurante, piscinas, toboágua e estacionamento próprio com atendimento 24 horas. Localizada na propriedade do Senhor Frederico, a cachoeirinha de Indiaporã é um dos principais atrativos naturais que recebe visitantes da cidade e região. A cascata tem seu leito margeado por uma flora de porte baixo e exuberante que, além do cheiro agradável de suas flores, dá abrigo aos canários, sabiás e pássaros pretos. A queda d’agua de 4 metros de altura, cujo som pode ser ouvido a 150 metros do local, é propícia para prática de ecoturismo.

Se estiver em Indiaporã, não deixe de participar

Fevereiro: Carnaval

Março: Festa do Milho

Abril:

Peixada da APAE
Baile da Escolha da Rainha
& Garoto Country da Festa do Peão

Maio:

Aniversário do Município
Festa do Peão de Boiadeiro

Junho: Quermesse do Padroeiro

Julho: Baile de Férias

Agosto: Quermesse da APAE

Setembro: Baile do Hawai

Outubro: Miss Terceira Idade

Novembro:

Festa das Nações
Encontro dos Amigos

Dezembro:

Baile de Natal
Réveillon

Mais informação de Indiaporã em https://www.indiapora.sp.gov.br/

O turismo em Guarani D’Oeste

Localizado no espigão divisor do Rio São José dos Dourados e Rio Grande, Guarani d´Oeste se localiza na região Noroeste do Estado de São Paulo, precisamente na mesorregião de São José do Rio Preto, microrregião de Fernandópolis, que é formada por 11 municípios: Guarani d´Oeste, Fernandópolis, Estrela d´Oeste, Indiaporã, Macedônia, Meridiano, Mira Estrela, Ouroeste, Pedranópolis, São João das Duas Pontes e Turmalina. O município possui como limítrofes: Estrela d´Oeste, Fernandópolis, Indiaporã, Macedônia, Ouroeste, Turmalina (em destaque, a vista aérea da cidade). Uma das verdes e arborizadas praças do município, destaca a bela igreja católica, um ponto turístico religioso que atrai visitantes dos municípios vizinhos. A Praça da Matriz é sede da feira livre realizada toda sexta-feira que impulsiona a venda de produtos hortifrutigranjeiros produzidos por produtores rurais do município e da região.

Os atrativos naturais do município de Guarani d`Oeste encontram-se em áreas privadas, sendo banhada por vários córregos, como o Ribeirão Santa Rita, Ribeirão Córrego do Cateto, Ribeirão Córrego das Araras, Ribeirão Córrego da Estiva, Ribeirão Córrego das Pedras e Ribeirão Córrego do Barreirão. Destaca-se na foto três o potencial do local para realização de complexo turístico com praia de água doce e demais infraestruturas. Outro atrativo do município são grupos de Catira, uma dança folclórica brasileira, onde a coreografia obedece ao ritmo do Cateretê, executado com a parceria de uma dupla de violeiros que dita ou conduz os sapateadores. Aos exatos 10 de março de 2005 foi implantado o projeto social “Cidadão do Futuro”, trazendo à superfície as tradições, resgatando valores morais e fazendo recordar as verdadeiras raízes desta terra.

A orquestra de viola “Reino Encantado” tem realizado diversas apresentações em várias cidades do interior paulista, na capital e também em outros estados. As apresentações são realizadas em comemorações festivas de aniversários de municípios, festas de peão, festas folclóricas e aberturas de eventos. É composta única e exclusivamente por alunos participantes do projeto social. O complexo do Centro de Lazer Municipal possui em sua estrutura um salão para eventos com capacidade de abrigar mais de 200 pessoas. Dispõe de piscinas para crianças até 7 anos de idade e piscina para adultos, playground, quiosque com churrasqueira e pia, minicampo de futebol, pista de skate, quadra de vôlei de areia, espaços de uso comum, campo para bocha.

Se estiver em Guarani D’Oeste, não deixe de participar

Janeiro: Festividades religiosas e culturais de Santos Reis

Fevereiro: Carnaval Popular

Março: Comemoração do Dia da Mulher

Abril: Comemoração religiosa e cultural da Semana Santa
e Páscoa

Maio:

Comemoração do Dia das Mães
Realização do Projeto “Levando Esperança”

Junho:

Comemorações culturais das Festas Juninas
Festividade do padroeiro da cidade
Realização do projeto “Quebrando o silêncio”

Julho:

Comemoração cultural das tradições caipiras e
encontro de catireiros

Agosto:

Comemoração Dia dos Pais
Aniversário da cidade
Festa do Peão de Boiadeiro e Cavalgada

Setembro:

Apresentação Cultural e desfile cívico
Comemoração do dia do Desbravador

Outubro:

Comemoração religiosa e cultural de São Benedito
Comemoração do Dia da Criança
Festividade religiosa e cultural
referente à padroeira do Brasil

Novembro: Miss Terceira Idade

Dezembro:00

Inauguração da iluminação natalina
Natal e Réveillon

Mais detalhes da cidade você confere em https://www.guaranidoeste.sp.gov.br/

O turismo em Fernandópolis

O “Água Viva Thermas Clube” é um local ideal para quem busca conforto, tranquilidade, lazer e vida saudável. As águas termais brotam de uma fonte natural a uma temperatura de 59ºC, que abastecem as piscinas do parque aquático. Segundo análise do Instituto Adolfo Lutz, a água no local possui altíssima qualidade e está livre de metais pesados.O complexo possui também um hotel cheio de atrações para toda a família.

Inaugurado em 1996, o “Shopping Center Fernandópolis” é um dos maiores centros de compra da região noroeste paulista, atraindo, inclusive, milhares de clientes dos estados de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul. A população estimada de atendimento do Shopping é de 400 mil. O local possui um grande supermercado, salas de cinema, praça de alimentação, mais de 50 lojas de variados segmentos, farmácia e receberá, em breve, uma agência lotérica.

O “Centro Cultural Merciol Viscardi” possui uma Biblioteca Pública com milhares de exemplares e ainda dispõe de um aplicativo de acessibilidade de leitura para pessoas com deficiência visual. O local também abriga um espaçoso Teatro para 317 pessoas, que confortavelmente podem assistir aos variados espetáculos. Atualmente, recebe projetos da Secretaria de Estado da Cultura, Sesc, produções de espetáculos profissionais vindos de São Paulo e da região. O ‘hall’ de entrada também é utilizado para exposição de vários artistas do município e região. O Centro Cultural ainda é palco de apresentações constantes da OSFER (Orquestra de Sopros de Fernandópolis, Orquestra de Violas e Coro Municipal).

Fundada em 1971, a Casa de Portugal é um clube que possui uma infraestrutura completa, com um dos maiores complexos de tênis do interior paulista (08 quadras profissionais), além de piscina of cial para competições, cinco minicampos de futebol, complexo de bocha e salão de eventos. O clube realiza dois eventos que atraem turistas de toda região, a “Feijoada do Portuga”, no mês de maio, e a “Bacalhoada do Portuga”, em agosto.

Se estiver em Fernandópolis, não deixe de participar

“EXPO FERNANDÓPOLIS” – Em maio, a cidade recebe milhares de turistas que curtem uma das maiores
feiras agropecuárias do Brasil, reunindo shows, rodeio, praça de alimentação e parque de diversões, além da tradicional boate ‘Bartôshow’. A arena de eventos é totalmente coberta, com capacidade para um público de 15 mil pessoas. Em todo o recinto, o público pode chegar a 20 mil pessoas. 

“EURISO – Encontro Internacional de Palhaços” – Por uma semana, a cidade recebe artistas circenses de várias partes do mundo que se apresentam gratuitamente ao público na Praça Central da cidade. 

“FERNANRAIÁ / FERNANKID’S / FERNATAL” – Eventos organizados pela Prefeitura que atraem grande público e marcam datas comemorativas como as festas
caipiras, o Dia das Crianças e o Natal. Alguns desses eventos têm a participação das entidades do município. 

“CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL – HORTO FERNANDO COSTA” – O local é ideal para caminhadas e está aberto ao público todos os dias da semana, das 7h às 22h, inclusive nos feriados. Várias escolas agendam horário no local para aulas sobre Meio Ambiente. 

“FESTIVAL DE BALONISMO” – Em 2018, o município realizou o festival homologado pela Confederação Brasileira de Balonismo. Milhares de turistas e um grande público prestigiaram o evento e os pilotos que levaram cor e alegria ao céu de Fernandópolis. A atração deverá se fortalecer nos próximos anos.

“CORRIDA HISTÓRICA” – Em maio, a cidade recebe atletas de várias cidades de SP, MG, MS, MT que participam da prova homologada pela Federação Paulista de Atletismo. Nas edições 2017/2018 foram quase 1.000 participantes. 

“ROTA GASTRONÔMICA” Fernandópolis também é reconhecida regionalmente por conta do roteiro de bares e restaurantes. São dezenas de pizzarias, petiscarias, comida oriental e ainda as principais redes de ‘Fast Foods’ do país. A cidade é destaque regional pela excelente qualidade e quantidade de lanches oferecidos.

Tudo sobre a cidade você encontra em http://www.fernandopolis.sp.gov.br/

Top