Horário: Seg a Sex - 07 às 17h

Podemos beber café de estômago vazio?

Você precisa de uma xícara de café assim que acordar? Então, não se preocupe em consumi-lo de estômago vazio, a não ser que seja sensível à cafeína.

Tomar café antes do desjejum não é uma boa ideia para quem tem condições pré-existentes, como por exemplo:

– Gastrite;

– Refluxo ácido;

– Intolerância à cafeína;

– Inflamação na mucosa.

Porém, se você se sente bem ao ingerir a bebida de barriga vazia, não precisa evitar esse hábito. Lembre-se apenas de não exagerar na dose.

Em princípio, nenhum alimento é proibido para o estômago. Comida natural não causa ou piora a gastrite.

O que pode prejudicar o revestimento do estômago e causar esse tipo de problema são outros hábitos. Entre eles, o consumo exagerado de álcool, aspirina ou anti-inflamatórios.

Café da manhã precisa ser reforçado

Apesar dos inúmeros benefícios que o café pode trazer à saúde, quando consumido moderadamente, a primeira refeição do dia precisa ter mais sustância.

O café da manhã é a refeição mais importante do dia, pois o corpo está há muitas horas em jejum.

Portanto, não fique apenas com uma xícara de café preto. Adote uma dieta balanceada para garantir todos os nutrientes que seu corpo precisa.

Lembre-se de ingerir bastante água e uma boa combinação de carboidratos, fibras, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais.

E conte sempre com o Terra Nobre para dar aquela disposição necessária de todos os dias!

Por que não é indicado que crianças consumam café

Na sua casa, os pequenos também ficam interessados pelo delicioso aroma do café? Pois saiba que uma das poucas contraindicações da nossa bebida preferida é o consumo por crianças pequenas.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e o Ministério da Saúde recomendam que o café seja ofertado somente após os cinco anos de idade.

A partir dos seis anos, é liberado, mas orienta-se que seja coado e misturado ao leite. O limite máximo é de 45mg de cafeína por dia, o equivalente a meia xícara.

O ideal é sempre combinar 3/4 de leite para 1/4 de café, pois assim os pequenos estarão ingerindo menos cafeína e mais cálcio e zinco.

Exagerar no consumo pode transformar os benefícios do café em problemas. Além de agitação e dores no estômago, pode atrapalhar a absorção de ferro e levar à anemia.

Medida certa traz benefícios

Apesar de a cafeína ser a substância mais conhecida do café, ela não é a única. O grão contém ainda antioxidantes, minerais e vitaminas.

Um de seus benefícios é estimular o cérebro e a memória. Incluir a bebida no café da manhã pode ajudar a deixar a criança mais desperta na hora da escola, por exemplo.

Por isso, se o seu filho adora café, lembre-se de ofertar somente no período matutino. E não se esqueça da quantidade: não mais que uma xícara!

No entanto, os efeitos da cafeína sobre o organismo são individuais: algumas pessoas podem tomar café antes de dormir e ter uma ótima noite, enquanto outras terão insônia.

Observe sempre o comportamento da sua criança. Caso ela não apresente nenhuma mudança, como agitação ou irritabilidade, não terá problemas em participar de um café da tarde com a família.

Melhor fase para consumir

A fase em que a bebida mais traz benefícios é no final da adolescência. É quando o sistema nervoso central está no final da sua formação.

Quando consumido na hora e na medida certas, pode ser um grande aliado do foco e da atenção.

Além disso, pesquisas recentes mostram o efeito positivo no tratamento da esteatose hepática, que é o acúmulo de gordura nas células do fígado.

Acostume-se a tomar café sem açúcar

Quando prepara a sua xícara de café, você logo adiciona umas colheres de açúcar? Pois saiba que para deixar a bebida mais saudável é importante mudar esse hábito.

O açúcar em excesso, especialmente o branco e refinado, pode trazer uma série de problemas de saúde.

Então, veja alguns motivos para retirá-lo do seu cafezinho:

– Diminui os riscos de diabetes

Consumir café sem açúcar — nem adoçante —ajuda a equilibrar os níveis de glicose no sangue, pois reduz a vontade de consumir mais açúcar.

– Ajuda a emagrecer

Quando bebemos o café puro, temos uma aceleração do metabolismo e redução da fome.

– Previne a obesidade

A bebida estimula a queima de gordura. Para isso, o ideal é não adoçar o café.

– O sabor ficará melhor

Você passará a aproveitar o verdadeiro sabor da bebida e perceberá as diferenças entre os tipos de grãos, torragem, etc.

Como mudar esse hábito?

É uma questão de costume mesmo. O paladar já está “viciado” no doce, então, será preciso reeduca-lo.

Vá aos pouquinhos. Diminua a quantidade dia após dia até ficar com zero açúcar. Se antes você tomava duas colheres de açúcar, comece tomando uma nos primeiros dias.

Quando você menos esperar, já se acostumou e não precisa mais adoçar. Você vai sentir um bem-estar maior ao tomar a sua bebida querida.

Sua saúde vai agradecer!

A importância histórica do Café

Você conhece um pouco da importância histórica do café?

Desde que chegou ao Brasil, no século XVIII, o grão marca a nossa história como um grande gerador de riquezas.

Após a independência, nosso País se tornou grande produtor e exportador. Depois de 1845, conquistou a posição de maior produtor de café do mundo e se mantém no posto até hoje.

Atualmente, o Brasil responde por 1/3 da produção mundial de café. É o 1º colocado também em exportação e o 2º em consumo da bebida.

As riquezas geradas pela cafeicultura possibilitaram a urbanização e a industrialização de muitas regiões.

Além disso, essa nobre planta ajudou a criar as condições para o desenvolvimento do sistema bancário nacional.

O café foi, dessa forma, um dos principais esteios da sociedade brasileira do século XIX e início do XX.

Por isso, podemos afirmar que a cultura do café confunde-se com a própria história do País devido a sua grande importância econômica e social.

Regiões produtoras de café

Hoje em dia, por ordem decrescente, os principais estados produtores de café, são:

1º Minas Gerais

2º Espírito Santo

3º São Paulo

4º Bahia

5º Paraná

6º Rondônia

Vale lembrar que na hora de adoçar o café, a combinação preferida ainda é o açúcar. Outro produto que também somos os primeiros em produção e exportação mundial.

Olha que bacana! Toda essa riqueza cabe em uma xícara de café. Um sabor bem brasileiro que deixa o mundo todo apaixonado!

Os pés de café

Segunda bebida mais ingerida no mundo, o café é produzido a partir da infusão dos grãos colhidos do cafeeiro.

Essa planta é de clima tropical, mas consegue se desenvolver em outros, desde que a flutuação de temperatura não seja muito grande.

Ele atinge até 10 metros de altura, possui folhas em tons de verde escuro e tem aspecto ceroso. Pertence à família das Rubiaceas e ao gênero Coffea que reúne diversas espécies.

No entanto, a Coffea arabica e a Coffea canephora (robusta) são as de maior interesse econômico e representam, respectivamente, 70% e 30% da produção mundial.

A mistura, ou harmonização dos grãos, é o denominado blend, sendo que quanto mais de arábica tiver maior é a sua qualidade e valor.

Café Arábica

É mais aromático, doce e ligeiramente ácido. Seus frutos do cafeeiro possuem coloração vermelha ou amarela e formato oval.

É cultivado em terrenos com altitude e de clima ameno.

Café Robusta

Resulta em sabores achocolatados e tende a ser mais amargo e marcante. O seu cultivo é mais fácil, pois se trata de uma planta bastante resistente, que cresce rápido e rende mais.

É a espécie mais usada na produção de café instantâneo, pois conta com mais substâncias solúveis.

Há mais de 150 anos, o Brasil responde por 1/3 da produção mundial de café. Atualmente o País se destaca como o maior produtor e exportador de todo o planeta.

Apesar de muitas pessoas associarem o cafeeiro apenas à bebida, seus frutos e sementes também são usados para a produção de medicamentos, cosméticos e outros fins.

Agora que você já aprendeu um pouco mais sobre os pés de café, que tal escolher o seu sabor Terra Nobre preferido e fazer aquela xícara caprichada?

Veja algumas receitas para dar aquela variada!

Mitos e Verdades sobre o Café

Como não gostar daquele cafezinho para começar o dia com mais disposição ou trazer um aconchego pós-almoço ou jantar?

O café é a segunda bebida mais consumida no Brasil, perdendo apenas para a água. Por isso, hoje vamos desvendar alguns dos seus mitos e verdades:

O sabor final do café depende de cada etapa da produção

Verdade. Desde a hora da plantação até chegar à mesa do consumidor, tudo influencia no gosto do cafezinho na xícara.

Café provoca dor de cabeça

Mito. Pelo contrário, pois a cafeína é uma substância de diversos medicamentos que combatem a dor de cabeça.

Não se deve tomar medicamentos com café

Verdade. O café pode impedir as reações químicas propostas pelas substâncias dos medicamentos.

Café é um aliado dos diabéticos

Verdade. Segundo as pesquisas, o consumo equilibrado da bebida ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue.

Tomar café pode proteger de câncer

Verdade. Rico em antioxidantes e minerais que ajudam a evitar a degradação e alteração das células, o café pode prevenir mutações que podem resultar em câncer.

Café faz mal para os dentes

Mito. A culpa do escurecimento dos dentes é a má higiene bucal.

Beber café ajuda a emagrecer

Verdade. A bebida é “termogênica”, ou seja, acelera o metabolismo. O resultado é o aumento do gasto calórico, o que contribui para a queima de gordura corporal.

Agora é só escolher entre os sabores tradicional, moído na hora, expresso e extra forte e fazer uma pausa para apreciar o seu Terra Nobre preferido!

 

Vamos aquecer? Consumo de café é maior no inverno

Tomar um bom cafezinho é um hábito atemporal, não tem uma data determinada e nem mesmo horário. O café é sempre bem-vindo ao despertar, depois do almoço e para acompanhar desde uma reunião de trabalho a um bate papo com as amigas.

No entanto, nas estações mais frias a procura pelo famoso cafezinho se intensifica mais e isso é estatisticamente provado. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), durante o outono e inverno, o consumo de café aumenta em 30% entre a população brasileira. Nas cafeterias, o aumento chega a 45%.

A ciência explica que durante as estações frias, as pessoas buscam se aquecer e por isso recorrem a bebidas quentes como o café. O cappuccino que leva café em sua composição também é uma das bebidas procuradas quando as temperaturas abaixam.

Para atender a procura dos clientes, as cafeterias investem em várias opções como o café expresso, aquele que é feito na máquina e o tradicional e querido café coado na hora. Em alguns estabelecimentos, este ritual de coar o café pode ser feito pelo próprio cliente, que pode sentir bem de perto o delicioso e único aroma do café recém “passado”.

No entanto, não é preciso ir a uma cafeteria para desfrutar desses momentos, ou melhor, de um bom cafezinho. No lar, o café geralmente é preparado de modo tradicional, aquele em que o coador é utilizado. Há quem prefira prepará-lo na cafeteira.  Mas o importante é sempre o sabor e o prazer de sentir o aroma e degustar um café bem quente para aquecer manhãs, tardes e noites do inverno.

Café além da cafeína

Conheça outros importantes nutrientes que fazem parte da bebida

Várias outras substâncias, além da famosa cafeína, estão presentes no seu cafezinho de todo dia e fazem um bem danado para a sua saúde. Outras moléculas auxiliam na ativação de outros compostos importantes para o nosso organismo, como os antioxidantes, que protegem nosso corpo dos malefícios causados pelos radicais livres.

O café é uma bebida completa que pode ajudar na manutenção da sua saúde. Vamos conhecer algumas outras substâncias que estão presentes no café e podem ajudar a melhorar a sua qualidade de vida?

Se liga.

Minerais
Eles são nutrientes inorgânicos e no café são oferecidos minerais como o cálcio e o ferro. O cálcio, por exemplo, é essencial na estrutura dos ossos, enquanto o ferro está presente na hemoglobina do sangue de diversos animais, sendo útil para o transporte de oxigênio para as células.

Aminoácidos
Esses amiguinhos formam a estrutura das proteínas e são fundamentais para o corpo humano. Ajudam no reparo, crescimento e desenvolvimento do tecido muscular, além de contribuírem diretamente para a produção de mais de 50 mil proteínas e mais de 15 mil enzimas, incluindo as enzimas digestivas.

Lipídeos
Os lipídeos desempenham várias funções biológicas importantes no organismo, entre elas a reserva de energia; o armazenamento e transporte de combustível metabólico; e dão origem a moléculas mensageiras, como os hormônios.

Café coado ajuda na prevenção do diabetes tipo 2

Pesquisa realizada Universidade Técnica Chalmers, na Suécia, apontou que consumir café coado ajuda na prevenção da diabetes tipo 2. O estudo foi publicado no Journal of Internal Medicine.

De acordo com os especialistas, foi demonstrado que quando você filtra o café, os diterpenos (substâncias prejudiciais) são capturados no filtro. Os pesquisadores descobriram que as pessoas que bebem de duas a três xícaras de café filtrado por dia têm um risco 60% menor de desenvolver diabetes tipo 2, se comparadas às que bebem menos de uma xícara diariamente.

Segundo os autores, evidências sugerem que esse efeito do café não se deve à cafeína, mas sim a outros compostos presentes na bebida. “O café tem muitos antioxidantes e outros componentes importantes no metabolismo da glicose. E esse mesmo efeito foi observado em café descafeinado por estudos anteriores“, diz Shilpa Bhupathiraju, pesquisadora da Universidade Harvard e coordenadora da pesquisa.

Tome café e tenha uma vida mais saudável

Que o café é a melhor bebida de todas nós já sabemos, certo? Mas quer ainda mais argumentos para quem ousar discordar de você? O café é MA-RA-VI-LHO-SO para a nossa saúde.

Não muito tempo atrás o café era um vilão para médicos e pesquisadores. A cafeína era vista como extremamente maléfica para o nosso organismo, por isso não raro seu consumo era desaconselhado. Tempos depois temos outro panorama. Hoje ele é considerado um aliado na prevenção de doenças e como estimulante.

Além da famosa cafeína, a bebida também contém alta concentração de polifenóis – antioxidantes que impedem, ou ao menos diminuem, a ação dos radicais livres, que prejudicam o equilíbrio celular.

Vamos ver alguns dos benefícios que o café traz para o nosso organismo? Segue:

Melhora seu fígado

Pesquisas mostram que pessoas que bebem quatro ou mais xícaras de café por dia tem chance 80% menor de cirrose do fígado. A pesquisa mostra também que quem bebe esta mesma quantidade tem 40% menos risco de desenvolver câncer de fígado.

Estimula o metabolismo

Essa é conhecida. A cafeína é um estimulante que está em todas as receitas de emagrecimento e, obviamente, nos suplementos para a perda de peso. Se exercite e beba café.

Nutrientes importantes

O café é uma importante fonte de antioxidantes. Ele contém uma série de nutrientes, como vitaminas B2, B3, B5 e, manganês, magnésio e potássio, substâncias importantes para a renovação celular.

Previne a depressão

Não só pela felicidade que é tomar café, mas porque ele interfere positivamente o humor, a disposição e a performance cognitiva devido ao seu efeito estimulante do sistema nervoso central.

Café deixa seu organismo limpo

O café atua como diurético. O corpo humano muitas vezes elimina as bactérias e vírus prejudiciais através da urina, e beber café aumenta este processo natural. Isso contribui para manter seu organismo limpo.

Viu, essas são algumas das vantagens que o café traz para a sua saúde. Tome café e tenha uma vida mais saudável!

Top